Seu JavaScript esta Desabilitado, favor habilita-lo para usar o site!Como habilitar?

Mensagem do Autor

O Tudo Lista é um blog de assuntos gerais focado em estatísticas. As informações aqui postadas são feitas com base em profundas pesquisas e fontes confiáveis. Ao final da leitura responda nossa enquete e diga em qual estado você mora. O Tudo Lista deseja uma ótima leitura.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

SÉRIE: 10 Passos Para Mudar um País - SEGURANÇA PÚBLICA

    Eu não sou muito de colocar em pauta estes assuntos, assuntos delicados que se mal interpretados por certos grupos geram grande desconforto, insinuações e já é levado em conta o atual problema governamental que o país sofre hoje. Criei esta série com 10 páginas para expor minhas idéias, porque assim como muitos habitantes brasileiros, eu já estou cansado de tanta coisa errada que acontece neste país, cansado de ligar a TV e só assistir violência nos telejornais, desacatos, descasos com a educação e saúde e tantos outros assuntos que particularmente falando, já me enojaram demais. A série envolve 10 assuntos essenciais para um país e que no Brasil estão deveras mal organizado. Sendo estes a Segurança Pública, Habitação, Saúde Pública, Educação, Saneamento Básico, Infraestrutura, Meio Ambiente, Justiça, Desigualdade Social e Direitos Humanos. Nesta primeira página vou expor minhas idéias sobre a SEGURANÇA PÚBLICA. Levando em consideração que, não vim falar mal ou bem de governo algum, não vim defender ou acusar nenhuma forma de pensamento e também dizer que isto é uma ideia, crendo eu, que também seja a de milhões de brasileiros. Confira!




  • Segurança Pública
    A situação da violência no país hoje é amplamente perceptível. Corrupção nas instituições, sistema carcerário precário, falta de policiamento e equipamento adequado para os mesmos e o que todo mundo já está acostumado a ver nos noticiários, etc. Não vim falar sobre isso então vamos ao que interessa.
    O Brasil tem hoje uma área chamada "Amazônia", que possui cerca de 5,5 milhões de km², onde uma cidade fica em média 500km da outra. O Brasil possui hoje um total de 550 mil detentos, divididos em 1,006 prisões abarrotados com sistemas carcerários precários. A ideia é a seguinte:

  1. A construção de 30 grandes prisões em localizações distintas em todo o territória da floresta amazônica. Cada complexo com capacidade de 12 mil detentos custaria para o governo R$1,100 bilhão ( informação levantada em comparação a recente criação do primeiro presídio privado do Brasil com capacidade para 3 mil detentos a um custo de R$ 280 milhões, em Minas Gerais ). Com capacidade de 360 mil detentos, as 30 obras desafogariam 65% das penitenciarias brasileiras por um custo de cerca de R$ 33 bilhões aos cofres. Sim, caríssimo porém se comparada aos custos da COPA de 2014, seriam relevantes e resolveriam grande parte do problema. Por serem no meio da floresta, uma fuga seria um suicídio, já que o único meio de entrar e sair seria de avião. 
  2. Com as 30 super penitenciárias construídas, muitas unidades pequenas e próximas aos grandes núcleos seriam desativados, melhorando a segurança e qualidade de vida na região, já que não deve ser muito agradável viver ao lado de uma prisão abarrotada de maníacos assassinos. 
  3. 360 mil já é a capacidade atual dos presídios brasileiros. Com estas obras seria reduzida pela metade o número de penitenciárias pequenas espalhadas pelo Brasil, reduzindo custos de manutenção, evitando corrupção, pois quanto menor o número de prisões melhor seria a administração.
  4. O custo poderia ser dividido em uma quantia igual para cada estado, sendo R$1,2 bilhão para cada estado pois todos iriam usufruir do novo sistema. Ou 0,4% do PIB nacional hoje que gira em torno de R$ 7,820 trilhões ou US$ 2,2 trilhões.
  5. Nestas prisões os próprios detentos se encarregariam da limpeza, por exemplo, uma seleção aleatória de detentos para os serviços como varrer chão, lavagem de roupas, até mesmo alimentação, etc. Serviços também de manutenção como pintura, desentupimentos, etc. Como acontece hoje em muitos países desenvolvidos como EUA, Alemanha, etc. Tudo organizado e vistoriado de perto com carcereiros altamente preparados, selecionados e seguros. Isso economizaria uma boa fatia aos cofres públicos.
  6. Não seriam permitidos objetos vindos de fora como roupas, calçados etc. Até mesmo produtos alimentícios como bolos, tortas, etc. Muitos familiares usam disto para acessar a prisão com celulares e afins. Única roupa seria o tradicional uniforme e a ordem prevaleceria.
Esta seria a primeira solução para um dos grandes problemas do país, que é o sistema carcerário. Sem dúvidas poucos e maiores centros de detenção seriam muito mais eficazes que "cadeias fundo de quintal" que estão espalhadas por todo o país. Mais espaço nas prisões locais, número maior de detenções. Melhoraria a confiança em relação a esta questão. Pois não adianta muitas das vezes triplicar o número de viaturas policiais, se não tem onde colocar mais detentos muitos são soltos pela justiça e os policiais ficam a merce da revolta da população alegando incapacidade dos mesmos. Ai entra a outra questão. "Como diminuir a criminalidade somente criando prisões no meio da amazônia?". Este é o assunto da próxima página. PLANEJAMENTO URBANO E HABITAÇÃO, "mas o que isto tem haver?". Acompanhe a continuação desta série.